A(s) teia(s)

Nota após Publicação: Depois dos vários mails trocados com a Fada dos Dentes, reconheço que a palavra teia não se refere àquilo que eu queria transmitir. Como diz a Fada, teia no mundo animal, significa sempre, aprisionamento e submissão. O sentimento que eu queria transmitir era de conquista. Como tal o texto abaixo deixa de ter qualquer significado.

Paulo Borges

Seja qual for a teia, esta tem uma única finalidade, a obtenção de comida!

Pode-se criar uma teia, em que os seus fios podem ser quase imperceptíveis e que com a luz do sol consiga mesmo tornar-se invisível mas, também se pode criar teias em que a sua complexidade é tanta, que esta é um emaranhado de fios em que o próprio ar tem dificuladade em passar.

Cada um de nós, quando interessado em alguma coisa, cria a sua teia, na esperança de conseguir obter o que deseja. Mas o mais certo é a nossa teia servir para tudo menos para aquilo que desejamos! Será por não termos realmente capacidades de fazer uma teia bastante complexa que não deixe fugir o que desejamos? Ou pelo contrário, por ser demasiado complexa, esta é demasiado visível e assim espanta o que queremos?

Não sei, realmente não sei…

teiaateia2a

Mas uma coisa acho que sei, devemos ter sempre esperança e tentarmos aprender, para que da próxima vez consigamos fazer melhor.

Anúncios

6 thoughts on “A(s) teia(s)

  1. Uma teia implica sempre, a meu ver, apanhar à traição, reter, sufocar, subjugar.
    Numa relação de igualdade está-se, não se enreda.

  2. Criar uma teia para obtermos aquilo que queremos implica obter algo ao alguém a partir de falsas premissas.

    A obtenção de algo nessas condições acabará, mais tarde ou mais cedo, por ser considerado inválido. premissas falsas não se seguram, acabam por ruir arrastando tudo consigo.

    Insistir nessa prática revela uma mau uso da inteligência afectiva de cada um de nós.

  3. As nossas teias da vida são a esperança, o amor, a saúde e o dinheiro….sem elas não temos como se diz “alimento” ou desejo….

  4. Quando vemos a teia como algo mau, concordo que as premissas, como falsas que são, acabem por ruir. Mas uma teia não tem necessária mente de ser uma armadilha.
    Exemplo: Um sorriso conquista muitos corações e a amizade é construída através destas pequenas conquistas. Não poderemos considerar o sorriso como uma teia, lançada, usada, como arma de conquista?

  5. A teia tem, indiscutivelmente, uma conotação depreciativa. Remete para “negócios escuros”, “corrupção em cadeia”, algo que é ilícito, confuso…
    A primeira imagem da teia( particularmente bonita!) é uma metáfora perfeita do actual sistema educativo…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s